De Podcast: Fronteiras Invisíveis do…

Continuando com nossa aventura pelo mundo dos podcasts, a indicação de hoje é um pouco diferente, é bem provável que você leia o título do podcast e ache que isso já um bom motivo para saltar fora antes que seja tarde e seu precioso tempo seja perdido. Então, temendo o pior, não só removi o nome completo do podcast do título, como vou falar dele antes de falar o nome dele dessa vez, porque é assim tão malandro (heim?) e manipulador que o mundo exige que sejamos. É. Isso.

É bem possível que, ao longo dos anos e das oportunidades que podem ou não terem te aparecido, você tenha aprendido alguma coisa de História. É possível que tenha ficado na sua cabeça que existiu algo chamado revolução industrial e talvez algo chamado Império Ingles. Mais ou menos, a ideia é que houve um tempo em que a Inglaterra foi a maior potência do planeta, invadindo lugares por todo o mundo, formando colônias, hábitos culturais, comerciais e levando a ainda existente, racista e babaca, “cultura ocidental superior do homem europeu”.

Como tudo que é fundado sob pilares de babaquice, racismo e desrespeito, o Império Ingles eventualmente ruiu, se acabou, as colônias se desfizeram, novas potências surgiram e etc. Mas, como sempre é com tudo, algo ficou, de certa forma como uma herança dessa época, em cada um dos países onde cidadãos ingleses estiveram, seja a cultura do chá, do humor irônico ou do futebol.

Falando especialmente sobre futebol e sobre a própria cultura do esporte é curioso ver como existe sempre uma relação entre as duas coisas. De certa forma o esporte, o clubismo, as rivalidades de torcida, a batalha encenada num campo com regras e públicos, faz parte da cultura do próprio ser humano, da necessidade de guerrear, de ter heróis e campeões, mesmo que seja só por causa de chutar uma bola.

Falando especificamente sobre a cultura de chutar a bola, é interessante ver como a FIFA tem mais membros que a ONU. É interessante ver também que o esporte, como expressão cultural, caminha com a História dos países e como as divisões sociais e culturais estão presentes na formação de cada um dos times. Falando de Brasil, só pra citar um exemplo, existe um motivo pro Corinthians ser um time associado a pessoas de baixa renda e esse motivo é histórico e entender como isso funciona dá um entendimento das próprias camadas que compõe um país.

E antes que você pense, eu só assisto futebol em época de Copa do Mundo e mesmo assim “só socialmente”. Ainda assim consigo achar bastante fascinante esse mundo e especialmente essa relação dos traços culturais e históricos e como uma coisa puxa a outra. Sei que o post hoje é pra indicar um podcast, mas aproveitando o ensejo, recomendo um documentário de 10 episódios da HBO chamado “Seleção Brasileira – Paixão De Um Povo”, ele conta a história do Brasil e da seleção brasileira, desde 1910 até os dias de hoje e assim, falando apenas do ponto de vista histórico, vale muito a pena, especialmente porque nessas terras de Brasil tanta coisa é esquecida, apagada e ignorada. Repetindo, como alguém que não acompanha futebol, recomendo.

Continuando, e finalmente chegando ao podcast de hoje, ele fala justamente da relação da história e das características sócio-culturais de vários países usando o futebol como pano de fundo. Veja, é um podcast de história, não de comentário esportivo, muito longe disso. Sendo bastante honesto, existe sim em cada episódio uma parte que é dedicada a falar especificamente da história do futebol do país tema do episódio, mas a intenção é outra. Em cada episódio um país diferente é tratado e é muito interessante ver como sabemos tão pouco da história dos países do mundo. Um episódio que me chamou muito a atenção e que é de um país aqui vizinho nosso, foi o sobre a Argentina, eu não fazia ideia de quão complexa e cheia de golpes a história deles é.

Acho válido registrar que o podcast tem também episódios sobre o Brasil e quando é falado do Brasil os episódios são fechados focados na história dos estados. Mais uma vez, dá pra aprender coisas muito interessantes sobre a história de cada estado e ver o porque de certas coisas serem hoje como são.

O nome do podcast é Fronteiras Invisíveis do Futebol e ele é comandado pela mesma dupla que faz também o podcast de política internacional chamado Xadrez Verbal, mas desse vou falar um outro dia.

Para ouvir o Fronteiras invisíveis do Futebol, é só procurar o feed no seu aplicativo de podcast favorito, seja no iOS, Android (e até Windows Phone), ou você pode ouvir no site deles, clicando aqui.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: