De Podcast: Não Ouvo

Continuando com nossa aventura semanal pelo mundo dos podcasts, estou aqui uma vez mais para indicar outro podcast e — nesta semana de aflições e ansiedades seja por conta do fim do ano, da chegada da black friday, das provas do final do semestre, da reta final do NaNoWriMo, ou das instabilidades políticas do seu país favorito — achei que era pertinente indicar um podcast de humor. E nome dele é Não Ouvo.

Nessa hora, quem já é iniciado no mundo dos podcasts pode estar mordendo a testa de raiva perguntando “mas….. porque……????”. Isso porque, da mesma forma que o Nerdcast, esse é um podcast bastante popular. Ainda assim, nada garante que você nunca tenha ouvido, ou nunca tenha dado a chance, eu mesmo, devo confessar, que só descobri este ano, apesar de já conhecer a equipe mitológica do Não Salvo. Falando nisso, comecemos, por aí.

O Não Ouvo é um podcast do site de humor (e registro das maluquices do mundo) Não Salvo. Meu objetivo não é ser exatamente jornalístico aqui e fazer um grande compendio de coisas e referências, então, sendo breve, o humor deles podemos dizer que é “de internet”. É um humor que tira sarro das coisas inusitadas, bizarras, inesperadas que alguma pessoa em algum lugar disse, fez ou escreveu. É um tipo de humor que reconhece o absurdo das pessoas, se colocando como um observador que vê tudo e acha tudo… digamos…. ótimo XD.

Mudando de parágrafo porque é bastante pertinente fazer isso, o Não Salvo é também famoso por brincar com as regras sociais, invertendo a piada, jogando ela para o próprio público ou extrapolando uma maluquice para as pessoas lá fora que não se identificam — ou mesmo entendem — este dito “humor de internet”. Colocando de um jeito simples “trolangem com você, comigo, com eles, com a imprensa oficial e com qualquer um, mesmo se ele for o rei da galáxia”.

Outro ponto que merece um parágrafo para si — olha só, minha professora redação talvez ficasse orgulhosa de tamanha organização argumentativa — é que o tipo de humor deles, justamente por não ter cerimônias ou tabus, nem sempre agrada todo mundo. Primeiro porque existe uma certa fineza na construção da piada, na deturpação do discurso sério que de repente vira zoeira num piscar de olhos e que se for levado a sério pode ofender muita gente ou simplesmente passar despercebido. Não é um humor para qualquer tipo de pessoa, não é um humor panos quentes e não é um humor para quem não consegue rir de si mesmo — ou pra quem é burro, mals aí.

Eu falei tanto do Não Salvo porque todas essas características deles estão no Não Ouvo. Esse é o tipo de humor, é o rir do absurdo de nós mesmos.

Se você está afim de dar umas risadas, não é militante do politicamente correto, se aprecia a ironia e também a oronia, eis aí um podcast que vai te garantir muitas horas de risada com talvez um bônus involuntário de reflexão.

Para ouvir o Não Ouvo basta buscar no seu aplicativo de podcast favorito (tem feed para itunes e android) ou você pode ouvir direto no site deles, clicando aqui.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: