Câmera Lytro, vários focos em uma foto

Um dia, quando você não tiver o que fazer, você pode pegar um pouco do seu tempo livre pra ver o impacto que tecnologias que tornam algo mais rápido, mais fácil e mais eficiente costumam ter. Sabe como é, o mundo é dividido entre dois tipos de pessoas, aquelas que no fundo são um bando de preguiçosos e aquelas que são um bando de workaholics interessados em ganhar nem que sejam 30 segundos a mais por dia.

A câmera Lytro parece ser uma dessas “inovações tecnológicas com potencial de mudar o mundo para sempre”. A idéia pelo menos parece muito boa.

Funciona assim, quando você tira uma foto, existem um monte de objetos na direção em que você aponta a câmera e cada um desses objetos está a uma distância diferente da câmera. Na hora de tirar a foto, o ajuste de foco focaliza (?!) os objetos que estão numa determinada faixa de distância, o que faz com que alguns elementos da foto não fiquem nítidos.

Basicamente podemos pensar em 3 modos de foco, um modo pra quando você quer tirar foto de paisagens, ou seja quando você quer que o foco dê prioridade pra o que está lá longe, um modo pra quando você quer prioridade no foco pra coisas que estão bem perto, conhecido como modo macro e o modo “intermediário” que é a média distância, o mais usado, que é aquele que as pessoas normalmente usam pra tirar fotos de aniversários, eventos sociais e aquelas fotos fazendo bico com a câmera apontada pra baixo que popula de forma tão singela os sites de redes sociais. Se ainda ficou confuso, olha a imagem a abaixo.

É a mesma foto, só que em uma o foco está no objeto mais próximo e na outra no objeto mais distante

Imagine agora que você é um fotógrafo daqueles malandros, que cobre eventos que mudam o mundo como nós conhecemos, com aquela beleza de colete caqui e tudo. Quando você está registrando o que está acontecendo, você tem que ser rápido, já que o clique precisa pegar o momento certo e com frequência ele dura menos de um segundo. Não basta apenas ser rápido no clique, mas rápido na configuração da foto e principalmente no ajuste de foco pra que você possa captar aquele momento da melhor forma possível.

Você até poderia usar o esquema do foco distante, foco perto, foco médio e pronto, mas e se o que você precisa registar tem coisas acontecendo não apenas lá longe, mas perto de onde você está também? Por exemplo, um ditador maluco está fazendo um discurso, a população se revolta, acontece um embate com a polícia e você logo vê que vai ter que se mandar logo dali porque seu colete caqui não é à prova de balas.

Com essa câmera Lytro na hora que você tira uma foto ela não registra apenas a imagem com uma configuração de foco, ela registra a imagem com vários focos, como se ela tirasse de uma vez umas 100 fotos num único clique. Depois, no computador, você abre o arquivo e escolhe qual foco quer usar, se quer ver qual a cara que o ditador maluco fez, ou a cara do policial que estava ali mais perto de você, ou o chão que tava ainda mais perto, deixando a cena toda fora de foco parecendo uma daquelas pinturas que valem muito dinheiro se o pintor já tiver morrido.

Inclusive, uma curiosidade curiosa, quem acompanha aqui as minhas coisas sabe que eu pinto uns quadros de vez em quando e aconteceu certa vez de eu ligar pra uma galeria pra saber se tinha como colocar lá minhas coisas pra vender. A resposta que eles me deram foi: “Desculpe, nós só trabalhamos com pintores mortos” : )

Outro uso interessante pra essa câmera parece ser para aquelas pessoas que tiram fotos de vida selvagem, ainda com colete caqui (inclusive não sei qual é a dos fotógrafos e esse colete caqui), tipo National Geographic. Da mesma forma, você eventualmente pode se deparar com uma cena em que precisa pegar o momento exato e aí depois pode com calma achar o melhor foco. O mesmo pode valer também para eventos esportivos, imagine montar um painel que mostra a cara de todos os jogadores num determinado momento, usando apenas uma câmera pra fazer isso.

Apesar de eu ver mais aplicabilidade pra esses casos que eu citei, a idéia da empresa é que isso seja uma coisa pra todo mundo, inclusive a idéia é que você possa postar sua foto com um aplicativo para Facebook onde as pessoas que verem sua foto não vejam só o foco que você escolheu, mas que possam interagir com essas possibilidades de foco. No site deles, tem uns exemplos interativos, o link está lá em baixo.

Pessoalmente acho que o “cidadão comum” não vai ter muito saco de ficar mexendo com isso e que vai acabar sendo algo mais utilizado por pessoas por profissionais ou amantes de fotografia. De qualquer forma, a câmera Lytro trás uma facilidade que abre muitas possibilidades e muda a maneira que de se tirar fotografia como a gente conhece hoje.

Pra você que ficou empolgado saiba que por enquanto a câmera só vai ser vendida nos EUA, por enquanto só funciona para computadores Mac e apesar de você já poder fazer sua encomenda, a entrega está prevista apenas para o começo do ano que vem. Tem dois modelos, um com 16GB de memória por 500 dólares e um com 8GB por 400. Eu gostei do design, com certa personalidade e tal.

E agora? Será que vai dar certo? Será que no futuro todas as câmeras vão ter essa função? Será que o mistério dos fotógrafos e dos coletes caqui será resolvido? Será que o Papai Noel vai me mandar uma dessas? Para todas essas perguntas a resposta é a mesma: apenas o tempo dirá.

Links
O site oficial da Lytro
Um monte de exemplos interativos
A ciência por trás da tecnologia

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: