Hoje devia ser feriado

Se o mundo fosse mais correto, hoje teria sido feriado no mundo inteiro. Ontem, 5 de outubro de 2011, Steve Jobs morreu.

É incrivelmente complexo medir a importância das idéias que ele teve. É claro que uma pessoa sozinha não faz as coisas acontecerem e existe sempre uma equipe e pessoas muito talentosas trabalhando juntas pra que o resultado seja “o resultado”. No entanto, uma única pessoa pode ser sim a força motriz de uma boa idéia, de novas idéias, de uma revolução. Uma única pessoa pode ser a voz que lidera e leva, aprova e escolhe, que cria de fato caminhos e direções inteiramente novas.

Acho que hoje em dia, pra qualquer um, especialmente pra quem usa mesmo o computador, é provavelmente muito difícil imaginar como seria a sua vida se o computador pessoal, idealizado pelo Sr. Jobs e construído pelo seu amigo Steve Wozniak em uma garagem anos atrás, nunca tivesse existido.

Imagine todas as coisas que você viveu, viu e aprendeu por causa dos computadores pessoais. Considere a internet, pense nas pessoas que conheceu, conexões, conhecimentos e uma mensagem importante sobre não sermos tão sozinhos quanto achamos que somos e sobre sermos muito mais especiais do que achamos que somos.

O computador pessoal é também onde se escreve, se desenha, se calcula, se faz filmes, se simula, edita, organiza e grava. É uma ferramenta através da qual as pessoas podem se expressar de formas únicas e alcançar distâncias e resultados até então impossíveis.

Existe também um impacto na indústria como um todo, já que de certa forma o design e a direção que a Apple seguia, que estava diretamente ligado ao que Steve Jobs acreditava, era a visão que indústria inevitavelmente seguia algum tempo depois. De certo modo, deve ser irritante trabalhar na Apple e ver seus produtos e softwares serem copiados. Quem conhece a história da Apple sabe que a cópia esteve muito ligada ao próprio desenvolvimento inicial da empresa, o próprio Sr. Jobs dizia que se uma idéia foi copiada, isso só quer dizer que ela é realmente boa e o que faz a diferença não é a idéia em si, mas como ela é executada. Talvez por isso, apesar das cópias de design dos produtos, a empresa ainda continuasse sendo a escolha. O grande diferencial que faz com que os produtos da Apple sejam o que são está diretamente ligado ao que ele acreditava, a ousadia, a combinação de tecnologia com arte, a tentativa de construir algo que pareça impossível.

Eu fiquei triste não só pela perda de alguém que realizou coisas, fiquei triste quase como se tivesse perdido um amigo. Talvez por causa da personalidade dele, do jeito pessoal e apaixonado de lidar com as coisas, dos famosos keynotes ao longo de tantos anos, as declarações, entrevistas, a história de vida, tudo isso nos fazia sentir muito mais próximos dele do que fato éramos. A imagem que ele tinha não era de um executivo de alto escalão, falando sobre políticas de sua empresa multimilionária para o futuro. Ele era o Steve, o Steve Jobs, de calça jeans e camiseta preta, nos mostrando, mais empolgado que nós mesmos, como seria o futuro.

Hoje, vivemos em uma sociedade global e qualquer evolução tecnológica influencia nossa vida de uma forma muito mais rápida e maior do que em qualquer época da história, mas, da mesma forma que quando Napoleão morreu, ou qualquer personagem histórico, as pessoas na hora não sabem perceber que aquela pessoa tinha sido uma semente importante de algo que cresceu e mudou o mundo totalmente. Eu sei que a revolução dos computadores não foi feita por apenas uma pessoa, mas sem essa pessoa, talvez ela só ocorresse muitos anos depois, ou talvez nunca tivesse começado. Sem ele, talvez hoje os sistemas operacionais nunca tivessem interfaces gráficas, talvez os celulares não fossem uma tela sensível ao toque, cheios de aplicativos, talvez o mercado de tablets não existisse, talvez a distribuição de músicas e filmes digitais ainda fosse mais pirata do que industria.

Apesar da doença dele ser conhecida, do afastamento da empresa e de todos esses capítulos da história que apontavam pra esse fim, tenho certeza que eu não era o único a acreditar que logo ele estaria de volta, mas a vida é mesmo engraçada e cada coisa tem mesmo seu tempo.

Se fosse pra traçar a história da vida dele, das coisas que foram realizadas e das coisas as quais ele gostava tanto, de certa forma ele realizou as coisas mais importantes que queria realizar e então morreu. Esse ano foi o ano em que a Apple se tornou a empresa de maior valor no mundo. A Pixar, empresa a qual ele era um dos donos tem o reconhecimento que tem e mudou o modo de fazer animação. No âmbito pessoal, quem conhece a história dele sabe de todos os problemas que ocorreram pra que ele tivesse uma família. Por fim, ele que já foi chamado de louco, demitido da própria empresa que fundou, retornou e obteve um sucesso tão grande que fez que a industria concedesse a ele o respeitável título de visionário e um respeito ao ponto de quase torná-lo uma lenda.

Se fosse mesmo uma história, a moral talvez fosse que de formas que nós não imaginamos, uma idéia na garagem de casa, aquele projeto maluco que ninguém leva a sério, pode realmente um dia crescer e mudar o mundo completamente e a história acaba quando ela tem que acabar.

Um abraço, Sr. Jobs. Fique em paz, obrigado por tudo e até.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: