Picross DS

Picross DS está na lista de jogos recomendados pro Nintendo DS de muitos sites feitos por “pessoas especializadas em jogos”. Sim, sim está. Mas porque? Porque???? PORQUE??????? Depois de noites sem dormir pensando nisso *cof*mentira*cof* resolvi descobrir e dediquei horas da minha existência por vezes ridícula a esse mistério.

Primeiro vou falar da história, de onde vem esse tal de picross. Depois vou falar do jogo em si e por fim como funciona o picross. Você pode ir na ordem ou pular direto para a parte que o seu coração mandar, fazendo a ordem de leitura que você sempre sonhou.

Comecemos.

Senta que lá vem história

A idéia desse tipo de quebra-cabeça surgiu da mente maluca de Non Ishida em 1987, mas a autoria é dividida com Tetsuya Nishio que teve a mesma idéia na mesma época. Sabe como é, antigamente quando não tinha internet era comum esse tipo de fenômeno.

Originalmente os quebra cabeças eram chamados de “Painting by numbers”, mas aí alguém, da mesma forma que você ao ler esse nome achou que isso era ridículo e mudaram o nome para Picross, uma abreviação de PICture CROSSword.

Em 1995 a Nintendo fez uma daquelas licenças mágicas para ter os direitos de lançar esse tipo quebra-cabeça pra videogame exclusivamente (direito esse que eles tem até hoje). Nos anos seguintes no Japão foram lançados 2 jogos para GameBoy e nada mais nada menos que 9 jogos para Super Nintendo (!). De todos esses jogos apenas um saiu do Japão e se você quiser no youtube tem vídeos, chamava Mario’s Picross. Pois é, o Mario já fez coisas que se me contassem eu duvidaria.

Apenas anos mais tarde a Nintendo voltou a lançar jogos com a marca Picross. O primeiro foi esse para DS do qual falo nesse texto e um do qual vou falar no futuro que chama Picross 3D.

Quanto aos japoneses que criaram o jogo eu até tentei descobrir em uma pesquisa rápida o que eles fazem hoje da vida deles, mas como não tinha página do Wikipédia deles, vou chutar que eles estão muito felizes ganhando dinheiro com direitos autorais, porque além dos jogos de videogame, quebra-cabeças de Picross são lançados até hoje em jornais e revistas em países como Alemanha, Inglaterra, Holanda, Itália e alguns outros.

Sem enrolações, me fala do jogo

Sendo um daqueles de grandes teóricos do mundo dos jogos, exibindo conhecimento gratuito na esperança de ser reconhecido de alguma forma que dê retorno financeiro, acho que um bom jogo puzzle deve oferecer um desafio gradual que consegue ser interessante sem exigir horas e horas de dedicação.

Você senta, joga, entende rápido, pode sair a hora que quiser que ninguém morre e se quiser se dedicar, o jogo consegue evoluir e ficar cada vez mais desafiador até aquele desafio que era simples, prendeu a atenção e te fez se sentir super especial por resolver um problema em 10 segundos, se tornar mega complexo e te fazer chorar igual uma criancinha por se sentir a pessoa mais burra do mundo.

Foi num modelo parecido com esse que jogos como Tetris fizeram sucesso e de certa forma foi assim que as palavras cruzadas das avós fizeram sucesso. Picross DS segue essa idéia.

Se você quer um jogo casual, pra resolver um quebra-cabeças em 10 segundos, essa opção está lá, tem inclusive um modo chamado “Daily Picross”que é bem essa idéia. Mas se você quiser ir mais a fundo o jogo tem quebra-cabeças que podem levar mais de uma hora pra serem resolvidos.

E como funciona esse jogo afinal?

Vou explicar de forma bem simples, porque a melhor maneira de entender como funciona e como isso pode prender sua atenção é jogando mesmo. Inclusive se você for jogar não fique nervoso com os tutoriais do começo, eles explicam coisas úteis.

Como o nome original dizia a idéia é pintar com números. Existe uma grade com quadrados em branco que devem ser pintados conforme o que os números que estão na borda estabelecem. Dando um exemplo bem simples, dá uma olhada na imagem abaixo, temos uma linha com 6 quadrados em branco (ok, em cinza, vai) e na lateral temos os números 1 e 3. Temos então 2 possibilidades de preencher os quadrados, olha a imagem de novo. Mas então, qual é a certa?

Bom, eu fui um sacana e dei um exemplo que não tem solução. Pois é, sinto muito. Enfim, no mundo real dos quebra cabeças Picross COM SOLUÇÃO existe também um número na vertical, como na imagem abaixo. Aí fica fácil saber a solução certa.

Nesse exemplo simples não dá pra notar, mas por causa dessa estrutura de grade as figuras pintadas ficam meio pixeladas, o que de alguma forma acaba sendo uma diversão a mais se você é um gamer das antigas e também é interessante porque algumas vezes é possível resolver um quebra-cabeça indo pelo desenho e não só pelos números.

Concluindo

Se você gosta de puzzles certamente vai gostar de Picross DS, mas não espere algo como Tetris, aqui o desafio é mais mental do que de nervos, mas nem por isso menos recompensador, viciante e divertido.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: