Caduco

Havia algo errado. Com certeza tinha alguma coisa errada. Ele fez as contas de novo, somou, subtraiu dividiu e chegou ao mesmo resultado. Estava agora velho e no tempo livre que tinha se dedicava a lamentar sobre o passado. Nos últimos tempos tinha se dado a fazer contas de como tinha gastado as horas na vida. Ele não se importava de ter gasto tanto com o sono, ele gostava de dormir. Também não tinha problema as horas que tinha gastado comendo, tinha orgulho dos seus quilos a mais. Mas tinha algo novo que ele não tinha se dado conta até aquela noite de domingo de março de 2060.

Fazendo as contas de todas as formas que tinha gastado seu tempo, os valores não batiam, faltavam horas para poder completar os anos de vida e todas as coisas que ele sabia que tinha feito. Dormiu emburrado, ainda mais depois da sua velinha ter dito que ele provavelmente tinha errado algum número e por isso a conta não batia. Hã, logo ele que lembrava tudo direitinho, que fazia as contas certinho, que estava totalmente lúcido, onde já se viu insinuar que ele estivesse caducando. Impossível.

Acordou no dia seguinte e encontrou um bilhete ao lado da cama escrito com a letra que ele conhecia tão bem. “Fui levar o Leonardo no médico com a Dina, volto depois do almoço”. Ficou irritado, já tinha entendido tudo. É, realmente, deviam achar que ele estava caducando, nem pra contar que o neto estava doente. Podia até imaginar a desculpa, deviam achar que ele sei lá, teria um ataque de qualquer coisa e morreria de forma terrível porque teve “emoções fortes”. Essas pessoas de hoje em dia, o que elas sabiam de emoções fortes, ele que tinha passado por tanta coisa, tinha visto o começo da internet, a poluição, as guerras e tudo aquilo. Ora, ora, se alguém era especialista em emoções fortes naquele planeta, era ele.

Trocou de roupa e foi tomar café. Encontrou suas anotações na mesa e lembrou das horas que faltava descobrir onde estavam. Decidiu rever tudo, se existem algum erro ele acharia, simplesmente não era possível que tantas horas estivessem faltando e ele não pudesse encontrar onde estavam. Passou a manhã inteira e ele terminou as contas. O mesmo resultado. O erro era considerável, mais de 10% da vida que ele não sabia como tinha gasto.

Ao meio-dia não foi almoçar, sentiu-se mal, desanimado. Talvez eles tivessem razão e ele estivesse mesmo um pouco velho, já que dizer “caducando” mesmo que hipoteticamente era demais. Olhava as contas e não era capaz de encontrar o erro. Ficou em silêncio e a única resposta a tudo aquilo era cruel, mas era verdadeira. Horas não somem, talvez fosse preciso encarar os fatos, ele estava caduco. Devia ter cometido algum erro óbvio, um erro que uma pessoa lúcida não cometeria.

Decidiu se destrair e foi para a internet. Viu os e-mails e as notícias e uma coisa lhe chamou a atenção. Um acidente nas vias estava causando um trânsito. Pensou que sua mulher iria atrasar por causa disso e foi aí que lhe ocorreu, “trânsito”. Trânsito. Trânsito! Sim, trânsito, era isso! Em suas contas ele tinha esquecido de apesar de trabalhar das 8 as 17, ele não se teletrasnportava da casa pro trabalho, era no trânsito que ele tinha perdido as horas que lhe faltavam em suas contas, ele tinha encontrado as horas, as quase 4 horas que gastava no trânsito todos os dias! Sentiu-se eufórico, pensou em ligar para a mulher pra contar que ela não sabia de nada que ele não estava caduco coisa nenuma! Ah, ela ia ver só!

Em sua empolgação, ao se levantar bateu a mão na ponta da mesa e sentou ao lado pra ver se tinha machucado. Não tinha. Olhou pros papéis que tinha deixado ao lado e sentiu seu animo ir embora. Ele percebeu que poderia até ter encontrado as horas que faltavam, mas simplesmente ter esquecido aquele detalhe tão óbvio, mostrava que ele tinha errado nas contas. Ele sorriu e se conformou enfim satisfeito, não havia mais como negar, ele estava, pelo menos um pouco, e isso não fazia assim tanta diferença, caduco.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: