[●REC]

Quando a bruxa de blair apareceu faturando tudo o que faturou, custanto a pequena quantia que custou, o mundo todo ficou sabendo que algo novo tinha sido descoberto. Usar uma câmera que simula um cenegrafista amador para contar uma história se mostrou uma idéia muito eficiente, mas apesar disso tirando o recente Cloverfield, que conta a história de um ataque de um mostro do tipo Godzilla a Nova York e esse excelente filme espanhol de nome REC, essa idéia boa e barata não tinha sido usada de maneira relevante. Pelo menos não que eu tenha tido a honra de saber.

Essse é um filme de terror, um tipo de filme que geralmente é mais voltado para uma coisa trash do que verdadeiramente aterrorizante. Nesses tempos onde filme de terror diferente são só aqueles que imitam aquele tom de terror místico japonês, REC não deixa de ser trash, afinal temos zumbis e cenas clássicas desse tipo de filmes, mas essa roupagem de filmar do ponto de vista de um dos personagens, de colocar o telespectador dentro da cena do filme e dentro do personagem, faz diferença.

A história é simples, trata-se de um programa de televisão que vai cobrir as atividades de um corpo de bombeiros. Sendo assim, os primeiros quinze minutos do filme parecem mesmo um programa de televisão até que os bombeiros recebem uma chamada e aí começa nossa aventura através dos olhos do cenagrafista do programa que tenta registrar todos os estranhos fatos que estão acontecendo num prédio de onde a chamada dos bombeiros foi feita.


– O não! O que é aquilo lá no alto?!
– Oh, eu não sei… mas parece o… o… o teto!

Apesar de se tratar de um filme espanhol a pegada é bastante hollywoodiana, a única diferença está mesmo no roteiro. É uma história de zumbi, então de certa forma agente sempre sabe o que vai acontecer, mas a maneira que as coisas acontecem aqui são bem legais.

Uma pequena curiosidade é que o filme tem apenas cerca de uma hora e dez minutos. Isso acaba não fazendo diferença, já que o filme é bem montado o bastante para que a história acabe no tempo certo, sem ser curto demais ou longo demais. Uma versão estadunidense do filme tem previsão de estrear por aqui em 5 de dezembro com o nome de “Quarantine“. Por outro lado, se você acabar ficando satisfeito com a versão espanhola prepare-se pois uma continuação deve estrear nos cinemas espanhóis e na internet no ano que vem.


– Parem de usar boas idéias de maneiras idiotas, seus
filhos da mãe do entretenimento!


Se você gosta de filmes de terror, você vai gostar bastante desse filme. Já se não gosta vai se surpreender, já que o clima e a imersão proporcionados pela câmera em primeira pessoa o tempo todo e o clima rápido e interessante com que a história se conduz fazem desse um filme bom, e não só um filme de terror. Realmente não há nada como usar a idéia certa para a idéia certa do jeito certo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: